domingo, março 20

Um apelo


Que Deus me acompanhe
Nos passos tropeços que dou
E no caminho escuro se ascenda
Uma luz azul cintilante

Que os anjos me acalentem
No meu choro demorado
Vivendo as perdas dolorosas
Dos últimos dias noturnos

Que as santas me cubram
Com os seus mantos alvos
De bênçãos e sorte
Dos heróis e dos sábios



4 amor e ilusão:

A moça da flor disse...

Gostei da última estrofe!
Me veio uma coisa meio medieval hehe!
Poema bacana! =)

A moça da flor disse...

aha! adorei o layout do blog! Sou louca por pinups!

hermesveras disse...

Que novidade boa, pinups é o que há!

E sobre o seu poema, me lembrou um pouco o simbolismo, com mantos alvos, benção e Santos,e principalmente a luz azul. Gostei. Que o sagrado te acompanhe e o profano te guie.

Thiago César disse...

amém!